9 de novembro de 2011

Resultado - Prêmio Portugal Telecom

"Passageiro do fim do dia", do brasileiro Rubens Figueiredo, que já tinha sido considerado o melhor livro do ano pelo Prêmio São Paulo de Literatura, é o Prêmio Portugal Telecom de Literatura 2011. O português Gonçalo M. Tavares também subiu ao pódio, é o segundo classificado da edição deste ano com "Uma viagem à Índia".

A obra de Rubens Figueiredo já tinha recebido o Prêmio São Paulo de Literatura para melhor livro do ano. A história deste livro passa-se dentro de um "ônibus" urbano. No final de um dia de semana, Pedro apanha o autocarro do centro para a periferia, na hora de ponta. Vai visitar a namorada e deixa o pensamento fluir durante a viagem misturando recordações com o que vai vendo à sua volta.

Em segundo lugar, ficou o já muito premiado em Portugal, "Uma viagem à Índia", do escritor português Gonçalo M. Tavares que já recebeu o Prêmio Portugal Telecom de Literatura em 2007.

E o terceiro lugar do Prêmio Portugal Telecom 2011 foi para "Minha Guerra alheia", de Marina Colasanti (Editora Record) que narra a infância da jornalista e escritora que nasceu conta em Asmara, capital da Eritreia.

A cerimónia de entrega dos prêmios que decorreu em São Paulo, no Brasil, foi apresentada pelos actores Deborah Bloch e José Wiker.

Antes do anúncio dos vencedores os escritores presentes iam respondendo a perguntas sobre as obras que iam sendo apresentadas, uma a uma, e chegavam a ler excertos.

Os 10 finalistas foram divulgados em Setembro passado e foi durante a tarde de hoje, que o júri final - constituído por Antônio Carlos Viana, Benjamin Abdala Júnior, Eneida Maria de Sousa, Maria da Glória Bordini, Maria Esther Maciel (Curadora), Lourival Holanda (Curador), Luiz Ruffato, Regina Dalcastagné, Regina Zilberman (curadora), Selma Caetano (curadora coordenadora) - se reuniu e escolheu os três premiados.

O primeiro lugar recebe um prêmio no valor de 100 mil reais (41 700 euros) , o segundo 35 mil (14 600 euros) e o terceiro, 15 mil reais (6257 euros).

Dois escritores portugueses e oito brasileiros faziam parte dos dez finalistas desta nona edição do prêmio literário que o ano passado foi atribuído a "Leite Derramado", de Chico Buarque: o vencedor "Passageiro do fim do dia", de Rubens Figueiredo (Editora Companhia das Letras); "As três vidas", do português João Tordo (Editora Língua Geral); o segundo classificado "Uma viagem à Índia", de Gonçalo M. Tavares (Editora Leya); "Ribamar", de José Castello (Editora Bertrand) que foi o vencedor do Prêmio Jabuti deste ano,; "Cidade Livre", de João Almino (Editora Record); a terceira obra classificada "Minha Guerra alheia", de Marina Colasanti (Editora Record); "Em trânsito", do poeta Alberto Martins (Editora Companhia das Letras); "Nada a dizer", de Elvira Vigna (Editora Companhia das Letras); "Modelos vivos", do poeta Ricardo Aleixo (Editora Crisálida) e "O homem inacabado", do poeta Donizete Galvão (Portal/Dobra Editorial).

Em 2012, o Prêmio Portugal Telecom de Literatura vai comemorar dez anos.


Fonte: