Resultado - I Prêmio Pernambuco de Literatura

A Secretaria de Cultura de Pernambuco, a Fundarpe e a Companhia Editora de Pernambuco (Cepe) anunciam o resultado do I Prêmio Pernambuco de Literatura. Foram 192 inscrições de 35 cidades pernambucanas, atendendo as quatro macrorregiões do Estado. O grande vencedor foi do Sertão: Bruno Guimarães Liberal, de Petrolina, com o livro de contos Olho morto amarelo, receberá 20 mil reais. Os dois ganhadores da Região Metropolitana do Recife foram Delmo Montenegro, com o livro de poemas Recife, no hay, e Fernando Monteiro, com o romance O livro de Corintha, ambos do Recife; José Walter Moreira dos Santos, de Vitória de Santo Antão (Zona da Mata ), com o livro de contos O metal de que somos feitos e Jeilson José Ferreira da Silva, de Passira (Agreste), com o livro de poemas Discursos e Anatomias, que recebem 5 mil reais cada. Todos terão sua primeira edição pela Cepe Editora.

Na avaliação do Coordenador de Literatura da Secretaria de Cultura de Pernambuco, Wellington de Melo, os números demonstram a importância do prêmio. Ele citou também o Funcultura 2013, na área de Literatura, que teve 129 inscrições em suas 18 linhas, que incluem além da publicação a realização de recitais e outras atividades, para demonstrar que existe uma demanda reprimida de escritores que têm interesse em participar dos editais, mas pouco domínio de como fazer projetos.


VENCEDORES

As obras vencedoras contemplam todos os gêneros literários previstos no concurso: conto, romance e poema. “Ficamos muito satisfeitos com o resultado, que mostra o alto nível da produção literária do Estado em todas as suas regiões”, comenta Ricardo Melo, diretor de Produção e Edição da Cepe. Os premiados terão seus livros publicados este ano pela Cepe Editora e participarão, como contrapartida do prêmio, de atividades dentro da programação de Literatura da Secult-PE/Fundarpe. Além dos cinco ganhadores, outras quinze obras receberam menção honrosa e seus autores serão também convidados para realizar atividades dentro do Festival Pernambuco Nação Cultural.

Confira a lista completa de premiados.


VENCEDORES

Grande Prêmio
Olho morto amarelo - Bruno Guimarães Liberal (Petrolina)

Prêmios
O livro de Corintha - Fernando Antônio de Barros Monteiro (Recife)
Recife, no hay - Delmo Montenegro da Silva Júnior (Recife)
O metal de que somos feitos - José Walter Moreira dos Santos (Vitória de Santo Antão)
Discursos e Anatomias- Jeilson José Ferreira da Silva (Passira)


MENÇÃO HONROSA
15 dias de ócio em 50 páginas - Mário Gonçalves de Barros (Recife)
A volta do rei do cangaço - Euclides José de Almeida Júnior (Capoeiras)
Adorável brinquedo - José Agassiz Vasques Macêdo (Recife)
Arremessos de um dado viciado - Ednaldo Francisco do Carmo Júnior (Paulista)
Digo que é noite - Rejane Gonçalves dos Santos (Olinda)
Memorial dos mortos - Carlos Roberto Magalhães Numeriano (Recife)
Memórias para um livro de Nina - Rejane Maria dos Guimarães Paschoal (Paulista)
O beato - Tarcízio Rodrigues da Silva (Serra Talhada)
O duende negro - Fernando Farias Guerra (Surubim)
O lume e o agreste - Fabiano Costa Coelho (Recife)
O porto distante - Paulo Afonso Correia de Paiva (Recife)
Padaria CDU - Artur Rogério Coelho de Carvalho (Recife)
Planta baixa - Cleyton José de Andrade Cabral (Recife)
Quatro cavalos - Luiz Felipe de Queiroga Aguiar Leite (Recife)
Trem do silêncio - Paulo Sérgio Ferreira da Costa (Recife)


Fonte: