Resultado - Prêmio Biblioteca Nacional 2011

O PRESIDENTE DA FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo Estatuto da Entidade, aprovado pelo Decreto n° 5.038, de 07 de abril de 2004, publicado no Diário Oficial da União em 08 de abril de 2004, torna público o resultado do Prêmio Biblioteca Nacional do ano de 2011 , em decorrência da avaliação das Comissões Julgadoras constituídas por Decisão Executiva, publicada no DOU de 18 de novembro de 2011, às fls. 7


1. Prêmio Alphonsus de Guimaraens
Categoria: Poesia
1° lugar : Daniel Lima, com a obra Poemas (Companhia Editora de Pernambuco)
2º lugar : Marcos Vinicius Quiroga, com a obra Gullar Gullar (Editora Clara Comunicação)
3º lugar : Cláudia Schroeder, com a obra Leia-me toda (Editora Dublinense)


2. Prêmio Machado de Assis
Categoria: Romance
1° lugar : Alberto Mussa, com a obra O senhor do lado esquerdo (Editora Record)
2º lugar : Moacyr Scliar, com a obra Eu vos abraço, milhões (Editora Companhia das Letras)
3º lugar : Rubens Figueiredo, com a obra O passageiro do fim do dia (Editora Companhia das Letras)


3. Prêmio Clarice Lispector
Categoria: Conto
1° lugar : Sérgio Sant’Anna, com a obra O livro de Praga – Narrativas de amor e arte (Editora Companhia das Letras)
2º lugar: Alessandro Garcia, com a obra A sordidez das pequenas coisas (Não Editora)
3º lugar: João Anzanello Carrascozaa, com a obra A vida naquela hora (Editora Scipione


4. Prêmio Mário de Andrade
Categoria: Ensaio Literário
1° lugar : Charles Kiefer, com a obra A poética do conto – De Poe a Borges: um passeio pelo gênero (Editora Leya)
2º lugar: Rita Rios, com a obra Poemas e pedras: A relação entre a escultura e a poesia partindo de Rodin e Rilke (Editora da Universidade de São Paulo
3º lugar: Ricardo Souza de Carvalho, com a obra A Espanha de João Cabral e Murilo Mendes (Editora 34)


5. Prêmio Sérgio Buarque de Holanda
Categoria: Ensaio Social
1° lugar : Marisa Midore Deaecto, com a obra O império dos livros: instituições e prática de leitura na São Paulo oitocentista
2º lugar: Ronaldo Vainfas, com a obra Jerusalém Colonial – Judeus portugueses no Brasil Holandês (Editora Civilização Brasileira)
3º lugar: Vera Lúcia Bogéa Borges, com a obra A batalha eleitoral de 1910 – Imprensa e cultura política na Primeira República (Editora Apicuri/Faperj)


6. Prêmio Paulo Rónai
Categoria: Tradução
1° lugar : Luís Carlos Cabral, com a obra Malá Strana: vestígios de Praga, de Jan Neruda (Editora Record) 
2º lugar: André Vallias com a obra Heine, hein? Poeta dos contrários, antologia poética de Heinrich Heine (Editora Perspectiva)
3º lugar: Sergio Tellaroli com a obra Jakob von Gunten – Um diário, de Robert Walser (Editora Companhia das Letras)


7. Prêmio Aloísio Magalhães
Categoria: Projeto Gráfico
1° lugar : Gabriela Castro, com a obra Apreensões, de Bob Wolfenson (Editora Cosac Naify)
2º lugar: Elaine Ramos, com a obra Museu do romance da eterna, de Macedonio Fernández (Editora Cosac Naify)
3º lugar: Jonathan Shiguehara Yamakami, com a obra Eu vi um pavão, autoria desconhecida (Editora Scipione)


8. Prêmio Glória Pondé
Categoria: Literatura Infantil e Juvenil
1° lugar : Nelson Cruz, com a obra Alice no telhado (Editora Comboio de Corda)
2º lugar: Manu Maltez, com a obra Meu tio lobisomem (Editora Peirópolis)
3º lugar: Luís Dill, com a obra O estalo (Editora Positivo)


Fonte: