Finalistas - Prêmio Casino da Póvoa

A Câmara da Póvoa de Varzim anunciou os nove livros finalistas do prémio literário Casino da Póvoa, retirados de um total de 200 candidatos.

As obras escolhidas foram “A Cidade de Ulisses”, de Teolinda Gersão, “As Luzes de Leonor”, de Maria Teresa Horta, “Adoecer” de Hélia Correia, “Bufo e Spallanzan”, de Rubem Fonseca, “Do Longe e do Perto - Quase Diário”, de Yvette Centeno, “Dublinesca”, de Enrique Vila-Matas, “O Homem que Gostava de Cães”, de Leonardo Padura, “Os Íntimos”, de Inês Pedrosa, e “Tiago Veiga – Uma Biografia”, de Mário Cláudio.

O prémio vai ser entregue no primeiro dia do 13.º Correntes d’Escritas, que decorre de 23 a 25 de Fevereiro no Casino da Póvoa, e tem o valor de 20 mil euros.

O júri é constituído pelos autores Ana Paula Tavares, Fernando Pinto do Amaral, José António Gomes, Patrícia Reis e Pedro Mexia e reúne-se pela última vez no dia 22 de Fevereiro, quando vai tomar a decisão final sobre o vencedor.

O comunicado da autarquia poveira lembrou que será, ainda, atribuído o prémio literário Correntes d’Escritas/Papelaria Locus a um conto em português escrito por um jovem dos 15 aos 18 anos, o prémio Correntes d’Escritas/Fundação Dr. Luís Rainha para uma obra inédita sobre o local onde decorrem os encontros, e o prémio Correntes d’Escritas/Porto Editora para contos infantis ilustrados para turmas de 4º. ano.


Fonte: