27 de janeiro de 2012

Resultado - Concurso Nacional de Literatura João-de-Barro

A obra "Psssssssssssssiu!", da escritora Silvana Tavano, com ilustração de Daniel Kondo, foi escolhida pelo júri como vencedora do Concurso Nacional de Literatura João-de-Barro 2011, promovido pela Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Fundação Municipal de Cultura (FMC). O resultado foi publicado no Diário Oficial do Município (DOM) desta sexta-feira, dia 27.

Os autores da obra vencedora receberão R$ 20 mil, além de uma viagem à Itália, para participar da 49ª Bologna Children´s Book Fair, o maior evento internacional dedicado à literatura infantil e juvenil, que será realizado de 19 a 22 de março. A FMC promoverá, em data oportuna, uma cerimônia de entrega da premiação.

O júri do Concurso João-de-Barro 2011 foi composto pela socióloga e especialista em literatura infantil Maria Dolores Prades, a ilustradora Marilda Castanha e o escritor Nelson de Oliveira. A escolha de “Psssssssssssssiu” como obra vencedora foi unânime. A expressividade do projeto, o humor delicado e a estrutura do livro contribuíram para o resultado. “Há uma simplicidade muito expressiva no projeto. No momento em que você aproxima texto e ilustração, há uma explosão de sentido, a mensagem é muito forte”, afirma Nelson de Oliveira.

Marilda Castanha chamou atenção para a sutileza da obra. “O livro convida a parar, a pousar o olhar e o pensamento sobre ele. Ele traz um diálogo que vai acontecendo enquanto você vira a página.” Dolores Prades impressionou-se com a estrutura. “É um livro que está praticamente pronto. Tem começo, meio e fim, ou seja, é um livro com uma resolução e pensamento completo. Além disso, a utilização das duas páginas abertas num diálogo foi uma questão muito bem pensada.”

Menções Honrosas
O júri do Concurso Nacional de Literatura João-de-Barro concedeu ainda duas menções honrosas a obras que também se destacaram. A primeira foi para a obra “Passarim de Barros”, de Marilia Pirillo. A outra menção honrosa foi concedida para a obra “Isso é Pro Menino que Queria Virar Vento”, de Pedro Henrique Tindade Kalil Auad e Luisa Helena Ribeiro dos Santos.


Fonte: