11 de janeiro de 2012

Resultado - Concurso Hydra

Após a leitura de mais de 100 contos inscritos, os juízes do Concurso Hydra selecionaram 3 contos finalistas e enviaram para o escritor Orson Scott Card, que definiu o grande campeão. O escolhido do escritor norte-americano foi “(História com desenho e diálogo)” de Brontops Baruq. O conto receberá tradução para o inglês e será publicado na revista eletrônica Orson Scott Card’s Intergalactic Medicine Show.

E para tornar o concurso ainda mais especial, os editores da revista anunciaram que também publicarão o segundo colocado em edição futura da revista. O conto escolhido foi “Por um Fio” do Flávio Medeiros Junior.

Os três finalistas do concurso foram:
“(História com desenho e diálogo)” de Brontops Baruq, publicado na revista Portal Fundação, do Projeto Portal, foi um dos selecionados. Brontops Baruq é o pseudônimo de alguém nascido em São Paulo no ano de 1973. Publicou contos nas antologias Livro Negro dos Vampiros, Anno Domini (Andross), Alterego e Cartas do Fim do Mundo (Terracota), além de participar do Projeto Portal (http://projeto-portal.blogspot.com/), capitaneado por Nelson de Oliveira. Blog pessoal http://brontops.blogspot.com/.

“Por um Fio” de Flávio Medeiros Júnior, publicado na antologia Steampunk da Tarja Editorial. Flávio Medeiros Junior nasceu e vive em Belo Horizonte, MG. Formou-se em Medicina pela UFMG em 1988, especializando-se em oftalmologia. Publicou seu primeiro romance em 2004: Quintessência, história policial com ambientação de ficção científica e em 2010 o romance Casas de Vampiros, que junta horror e ficção científica. Teve também textos publicados nas coletâneas Paradigmas 2, Steampunk, Imaginários 1, Vaporpunk e Assembleia Estelar. Continua escrevendo compulsivamente e publicando suas opiniões no blog http://a-quintessencia.blogspot.com.

“Eu, a Sogra” de Giulia Moon, publicado no primeiro volume da antologia Imaginários, da Editora Draco. Giulia Moon é escritora, ilustradora, redatora e diretora de criação em propaganda. Tem três coletâneas de contos publicadas: Luar de Vampiros (Scortecci, 2003), Vampiros no Espelho & Outros Seres Obscuros (Landy, 2004) e A Dama-Morcega (Landy, 2006). Já atuou como editora do fanzine FicZine e como coeditora da Scarium Megazine. Em 2009 lançou o seu primeiro romance, Kaori: Perfume de Vampira (Giz Editorial, 2009), que teve sua continuação em 2011 com Kaori 2: Coração de Vampira. Mais sobre Giulia em http://www.giuliamoon.com.br.

Edmund R. Schubert, editor de IGMs, escreve: ”Esta parceria tem sido muito emocionante e fico feliz de poder mostrar o melhor da ficção especulativa brasileira para um público mais amplo. E dou os parabéns para Christopher Kastensmidt por organizá-lo tão bem e estou ansioso para ler mais de todos os escritores envolvidos.”

Christopher Kastensmidt, organizador do concurso diz: “O fato da Orson Scott Card’s Intergalactic Medicine Show concordar em publicar não apenas uma, mas duas das histórias finalistas mostra o prestígio da comunidade de ficção especulativa brasileira, aquela que trabalha incansavelmente, mas quase não recebe o reconhecimento fora das fronteiras do Brasil. Muito obrigado mais uma vez a IGMS, aos nossos juízes brasileiros, e todos os outros envolvidos que fizeram este concurso um sucesso tão grande.”

O concurso Hydra, uma parceria entre a revista eletrônica norte-americana Orson Scott Card’s Intergalactic Medicine Show e o website brasileiro A Bandeira do Elephante e da Arara, visa expor o melhor da literatura fantástica brasileira para leitores em língua inglesa do mundo inteiro. O concurso também contou com a participação dos juízes brasileiros Tiago Castro (Universo Insônia) e Ana Carolina Silveira (Leitura Escrita).


Fonte:
http://universoinsonia.com.br/conto-de-brontops-baruq-vence-concurso-hydra/