12 de Março - Dia do Bibliotecário

Hoje, dia 12 de março, comemora-se no Brasil o Dia do Bibliotecário, relembrando o nascimento de Manuel Bastos Tigre, o mais conhecido e ilustre bibliotecário brasileiro.

Estes profissionais, mediadores, facilitadores, organizadores e multiplicadores do acesso ao conhecimento e às artes, merecem todas as nossas homenagens.


Em homenagem aos colegas, Cátia Lindemann e Graziele Lopes de Oliveira,
alunas do curso de biblioteconomia da FURG, fizeram esta escultura de livros
e periódicos inspirada na obra O Bibliotecário, de Giuseppe Arcimboldo
Fonte: Facebook do Sistema de Bibliotecas da FURG


Homenagens e consciência

Muito além de prestar as devidas devidas homenagens e de celebrar este dia, nós, como autores-leitores, devemos ter consciência da importância destes profissionais para o desenvolvimento educacional e cultural de uma nação. Atuando na organização e promoção do acesso ao conhecimento, os bibliotecários são os principais guardiões das obras (didáticas, técnicas, literárias...) que consumimos e produzimos, garantindo nosso acesso - e o das futuras gerações - ao conhecimento e às artes produzidas ao redor do mundo.

De nada adianta ter um grande acervo, ou o estoque infindável da internet, se não houver alguém para classificá-lo, organizá-lo e torná-lo acessível.

Por lei, até o ano de 2020, cada escola deverá contar com acervo de pelo menos um título diferente por cada aluno matriculado; E estes acervos deverão ser geridos por especialistas, graduados em biblioteconomia. Esta iniciativa, sem sombra de dúvidas, é um dos passos necessários para o verdadeiro desenvolvimento desta nação. No entanto, o prazo ainda é longo, e há sérias cobranças acerca do investimento efetivo do governo visando à formação de bibliotecários em número suficiente para que a lei se torne realidade.

Desse modo, esperamos que estes profissionais, bem como os educadores, pesquisadores e escritores,  sejam cada vez mais valorizados em nossa sociedade.



Equipe do blog