Miriam Leitão e Stella Maris Rezende ganham o Prêmio Jabuti 2012

Do G1, em São Paulo

O livro-reportagem "Saga brasileira: a longa luta de um povo por sua moeda", de Miriam Leitão, e o juvenil "A mocinha do mercado central", de Stella Maris Rezende, são os grandes vencedores do Prêmio Jabuti 2012, nas categorias não-ficção e ficção, respectivamente.

Eles foram anunciados na noite desta quarta-feira (28), na Sala São Paulo. Os vencedores das 29 categorias (veja lista abaixo), anunciados em 18 de outubro, também subiram ao palco da Sala São Paulo para receber suas respectivas condecorações, assim como segundos e terceiros colocados. Apenas os ganhadores de cada uma das categorias entram na disputa dos principais prêmios da noite, de livro do ano.

O desfecho da cerimônia foi marcado por discursos emocionados das duas ganhadoras. "Eu estou transbordando de alegria", afirmou no palco Miriam Leitão, após ter seu nome anunciado pelo apresentador da noite, Carlos Tramontina. Já Stella Maris descreveu-se como "muito emocionada" e classificou a distinção como um momento "mágico".

Na entrevista coletiva que sucedeu a entrega do Jabuti, comentou-se que esta seria a primeira edição da história do prêmio em que duas mulheres são escolhidas as autoras de livro do ano. "Eu acho que não é por acaso", respondeu Miriam. "O poder, no sentido amplo, é muito masculino ainda, mas nós estamos avançando muito. Então, que o Jabuti se prepare para, em outros anos, ter mais mulheres."

Stella Maris comentou ainda o fato de ter competido contra si mesma na categoria juvenil: enquanto "A mocinha do mercado central" ficou em primeiro, seu "A guardiã dos segredos de família" terminou em segundo. "Me parece que é a primeira vez que ganha um juvenil [como livro do ano de ficção]", afirmou a autora, antes de lembrar que faz 33 anos que publicou sua primeira obra.


Fonte: