10 de junho de 2012

Diário em ponto cruz (André Luís Soares)

Segue o primeiro dos seis textos selecionados no 2º Desafio Escrita Criativa:


4 votos
Diário em ponto cruz
por André Luís Soares (Guarapari - ES)

.
Havia a dor insuportável
da espera
– cera de velas em lajes de cemitérios –;
havia um rei opressor
e imprevisível,
desesperado, tentando calar a todos,
matando o riso,
a esperança e o futuro.

Havia mães temerosas por seus filhos,
lendo jornais
que jamais davam notícias
dos mil soldados
que caçavam as palavras,
lançando luto
nas cidades submissas.

Havia a fé a renovar-se nas novenas
por mãos chilenas
– generosas, criativas –,
que em meio ao inverno
mantinham vivas as quimeras,
ao bordarem primaveras...
nas arpilleras coloridas.
.