10 de junho de 2012

Redenção (Samantha Silva Machado)

Segue o sexto dos seis textos selecionados no 2º Desafio Escrita Criativa:

2 votos
Redenção
por Samantha Silva Machado (Ponta Grossa - PR)

Enquanto o silêncio incômodo pairava sobre mim, a alma voava para ares longínquos e as mãos tão cheias de destreza conciliavam no tecido pedaços de uma melancolia escondida. Eu era apenas mais uma das vitimadas pelo medo que o autoritarismo nos impusera. Elegi o silêncio como voz nessa sociedade em que dizer algo era perigoso como uma arma apontada em direção ao cérebro. Mas a esperança visitava-me no entrelaçamento das linhas coloridas dos bordados, a formar combinações de palavras não ditas e sentimentos secretos. Algum dia alguém há de encontrar essas Arpilleras, o artefato de minha existência. Nelas residem as cores de poucas alegrias e as tristezas que me confessam. Por ora, aquieto o grito mudo desejoso de liberdade e volto ao encontro do alinhavo de minha redenção.