30.06.2012 - PRORROGADO - Concurso de Contos Rota das Letras (Macau)

Informações:
a) Concurso de Contos (escritos em Português, Inglês ou Chinês)
b) Macau como pano de fundo, como tema
c) Publicação em coletânea trilíngue

Prazo: Prorrogado até 30 de Junho de 2012


Fonte:
http://www.thescriptroad.org/pt/category/concurso-de-contos/


Organização:
Festival Literário de Macau
info@thescriptroad.org


Regulamento:
Macau foi ao longo de séculos terreno fértil para a criação literária. Por cá passaram – e sobre este lugar escreveram – variados homens e mulheres de letras. O concurso de contos que agora se apresenta pretende ajudar a revitalizar o acto de escrever sobre Macau – em chinês, português e inglês.
O concurso de contos Rota das Letras receberá trabalhos nos três idiomas e terá como júris finais os escritores Su Tong (Chinês), José Luís Peixoto (Português) e Xu Xi (Inglês). Serão eles a decidir os vencedores.

1. Destinatários
a) O concurso destina-se a todos as pessoas, sem qualquer constrangimento de idade, de nacionalidade ou de residência.
b) Os familiares directos dos membros da organização e dos membros do júri não poderão concorrer, bem como todas as pessoas ligadas ao jornal Ponto Final, à Sociedade de Artes e Letras e à organização do festival Rota das Letras.

2. Apresentação dos contos
a) Todos os contos devem ter Macau como pano de fundo, como tema. Devem ser de alguma forma sobre Macau.
b) Cada concorrente pode enviar um máximo de dois contos. Os trabalhos devem ser inéditos e podem ser apresentados em chinês, português ou inglês.
c) Os textos devem ter um limite máximo de cinco mil palavras em português e inglês, e de dez mil palavras em chinês.

3. Prazo e envio
a) Os trabalhos a concurso deverão ser entregues nas instalações do jornal Ponto Final (Avenida do Infante D. Henrique, N. 43-53A, Edifício Macau Square, 13K,) até às 20h do dia 31 de Maio de 2012.
b) Os trabalhos enviados por correio devem conter o carimbo com data de expedição anterior a 31 de Maio de 2012.
c) Os trabalhos devem ser entregues dentro de um envelope fechado, contendo no exterior a inscrição “Concurso de Contos Rota das Letras”.
d) Os participantes devem colocar quatro cópias de cada conto em formato A4 no interior do envelope. O texto deve estar formatado em corpo 12, espaçamento entre linhas de 1,5 e fonte Arial, no caso dos contos em português e inglês, e em fonte SimSun, no caso dos contos em chinês. Os concorrentes devem ainda colocar no interior do envelope uma fotocópia de um qualquer documento de identificação.

4. Júri do concurso
a) O júri do concurso será constituído, numa primeira fase, por um grupo de pessoas convidadas pela organização da Rota das Letras e por membros da organização do festival. Será estabelecido um júri para o concurso em cada uma das línguas. Esta primeira comissão fará uma pré-selecção de cinco textos, que serão depois colocados à consideração dos júris finais. Su Tong (chinês), José Luís Peixoto (português) e Xu Xi (inglês) são os três escritores que seleccionarão os vencedores.
b) O júri reserva-se o direito de não escolher qualquer vencedor caso os trabalhos apresentados não tenham a qualidade desejada ou não estejam de acordo com o âmbito e temática do concurso.

5. Prémio
a) Os contos vencedores (um em cada uma das línguas) serão traduzidos nos restantes idiomas e publicados em livro a apresentar na próxima edição da Rota das Letras. O livro, com edições em chinês, português e inglês, reunirá os contos sobre Macau escritos pelos autores convidados para a primeira edição do festival. Os vencedores do concurso verão assim as suas obras publicadas ao lado de nomes como os próprios escritores júris do concurso e outros como Jade Y. Chen e José Rodrigues dos Santos.

6. Disposições Finais
a) A participação no concurso implica a aceitação integral deste regulamento.
b) Todas as informações estão disponíveis em www.rotadasletras.org
c) Os trabalhos apresentados a concurso não serão devolvidos aos seus autores.
d) A Rota das Letras reserva-se o direito de publicar, na versão original e traduzidos, os trabalhos distinguidos no concurso. Os direitos de autor para a primeira publicação (em publicações periódicas e em livro) pertencem ao editor e os subsequentes aos respectivos autores.