4 de novembro de 2011

Notícias - Prêmio Médicis (França)

Este ano, o Prêmio Literário francês Médicis, criado em 1958, foi atribuído ao francês Mathieu Lindon pela obra "Ce qu'aimer veut dire", e o destinado à literatura estrangeira foi ganho pelo israelita David Grossman com "Une femme fuyant l'annonce".

"Ce qu'aimer veut dire" é, segundo a agência France-Presse, uma homenagem ao filósofo e historiador Michel Foucault, falecido em 1984, e ao pai do autor, Jérôme Lindon, carismático patrão das Editions de Minuit, falecido em 2001.

O romance obteve cinco votos favoráveis na primeira volta, contra quatro para Charles Dantzig. O isrealita David Grossman venceu o Médicis para Literatura Estrangeira por unanimidade.


Fonte:
http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?section_id=4&id_news=540308