Resultado - Prêmio Literário José Lins do Rego (Funesc)

O Prêmio Literário José Lins do Rego selecionou oito obras das 177 inscritas para concorrerem a 10 vagas em seis categorias. Cada categoria ofereceu 2 vagas para os vencedores, exceto Dramaturgia e Ensaio, que não tiveram vencedores por decisão do júri. O concurso marca o resgate das Edições Funesc, interrompidas há 15 anos.

O júri foi composto apenas por profissionais de outros Estados. Heloísa Arco Verde de Morais (PE), Clotilde Tavares (RN), Clemente Rosas Ribeiro (PE), Ivan Cavalcante Proença (RJ) e Willame Jansen (PE). Cada escritor selecionado receberá um prêmio em dinheiro mais 100 exemplares de sua obra. Serão impressos 600 exemplares de cada obra, a serem distribuídos em bibliotecas escolares e públicas estaduais, instituições do Estado e diretamente com os autores.

A Funesc, juntamente com A União Editora, terá prazo de até 12 meses para a edição e publicação das obras, que conta a partir da divulgação dos selecionados.


Romance

Beto Menezes (pseudônimo “Maria de Cambôa”) – Palavras que devoram lágrimas (ou a felicidade cangaceira)

Paulo Vieira (pseudônimo “Lins”) – O voo da borboleta negra


Infanto-juvenil

José Camilo Lelis (pseudônimo “Jota Cê Elle”) – O Mundo Alado e O Mundo Florido Ou O Mundo COLORIDO

Jackson Franco (pseudoônimo “Juscelino L. M. Barbosa Loureiro”) – Verdinha, a pequena cana-de-açúcar


Poesia

Marinésio Gonçalves (pseudônimo “Eduardo Meireles”) – “Impróprio para consumo”

Gustavo Limeira (pseudônimo “Jacques Chantelle”) – “Versorragia no início era o verso e do verso fez-se sangue”


Conto ou crônica

Astier Basílio (pseudônimo “Sebastião Soares de Lucena”) – “Varadouro, Varadouro”

Saulo Mendonça (pseudônimo “Gasperi”) – “Face Oblíqua”