30.01.2013 - I Concurso de Poesia Narciso Araújo

Informações:
a) Concurso de Poesias

Premiação:
I) Medalhas e certificados

Prazo: 30 de Janeiro de 2013


Fonte:
Recebido por e-mail


Organização:
Academia Marataizense de Letras


Regulamento:
I CONCURSO DE POESIA ‘NARCISO ARAÚJO’
Promovido pela ACADEMIA MARATAIZENSE DE LETRAS
(CACL DE MARATAÍZES E DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO).

EDITAL:

1. DA INSCRIÇÃO – As inscrições se iniciam em 01 de outubro de 2012 e se encerram, impreterivelmente, em 30 de janeiro de 2013, valendo, para registro, a data da postagem nos Correios.

1.1. Podem participar do concurso todos os cidadãos, maiores de dezoito anos, residentes ou não em território nacional.

1.2. O tema do concurso é livre. Cada participante pode concorrer com apenas 1 (um) poema inédito, escrito obrigatoriamente em Língua Portuguesa.

2. DO ENVIO (SISTEMA DE ENVELOPES) – O trabalho deve ser datilografado ou digitado em 1 (uma) só face da folha, em fonte ‘times new roman’, tamanho 12; com margens 3 (superior e esquerda) e margens 2 (inferior e direita); com o máximo de 2 (duas) páginas numeradas no canto superior direito; constando apenas o pseudônimo do autor e o título do poema.

2.1. O trabalho deverá ser remetido em 4 (quatro) vias, em envelope grande, o qual trará também, em seu interior, outro envelope menor, contendo sobrecarta fechada, com a identificação do candidato: título do poema; pseudônimo do autor; nome completo do autor; endereço completo; telefone com DDD; ‘e-mail’ e breve biografia (no máximo, 5 linhas). Na parte externa do envelope menor, deverá constar apenas o título do poema e o pseudônimo do autor. Na parte externa do envelope maior deverá constar o seguinte endereço do ‘destinatário’:

ACADEMIA MARATAIZENSE DE LETRAS
(CACL DE MARATAÍZES E DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO).
I CONCURSO DE POESIA ‘NARCISO ARAÚJO’.
Palácio das Águias – Barra do Itapemirim.
Marataízes (ES) – CEP. 29345-000.

2.2. O endereço do ‘destinatário’ deverá ser repetido no lugar do endereço do ‘remetente’, usando-se, no lugar do ‘nome do remetente’, o nome do patrono do evento: NARCISO DA COSTA ARAÚJO.

Academia Marataizense de Letras – Edital do I Concurso de Poesia ‘Narciso Araújo’ – 1
Academia Marataizense de Letras – Edital do I Concurso de Poesia ‘Narciso Araújo’ – 2

2.3. No interior do mesmo envelope grande deverá conter, ainda, um CD, no qual estará gravado o poema concorrente, em Word for Windows ou equivalente (*.doc); cabendo ressaltar que a comissão organizadora não se responsabiliza por eventuais danos na mídia.

3. DA AUTENTICIDADE – Para todos os efeitos legais, os participantes se declaram legítimos autores dos poemas inscritos, garantindo o ineditismo dos mesmos, bem como isentando a Academia Marataizense de Letras de quaisquer reclamações, em juízo ou fora dele; podendo os infratores sofrer as penalidades previstas na Lei n.º 9.610/98 (Lei dos Direitos Autorais).

4. DA COMISSÃO JULGADORA – A comissão julgadora será constituída a convite da comissão organizadora e seus nomes serão anunciados somente após o término do período de inscrições.

4.1. Os membros da Academia Marataizense de Letras, da comissão organizadora e da comissão julgadora, bem como seus parentes, não poderão participar do concurso.

4.2. A decisão da comissão julgadora é soberana, não sendo passível de recurso.

5. DO RESULTADO E PREMIAÇÃO – Os nomes dos vencedores serão divulgados no mês de março de 2013, em data ainda a ser definida.

5.1. Aos 3 (três) primeiros colocados serão concedidos: medalhas e certificados de classificação; sendo concedidos, também, certificados de ‘menção honrosa’ aos classificados do 4º ao 10º lugar.

5.2. Os premiados serão previamente informados via correspondência eletrônica, em tempo que lhes permita comparecer à cerimônia de premiação. Quem não comparecer à cerimônia receberá o prêmio via Correios.

5.3. A entrega dos prêmios se fará (em data e horário ainda a combinar) em sessão solene, a se realizar no Palácio das Águias, em Marataízes (ES).

6. DOS TRÂMITES FINAIS – Qualquer descumprimento das normas deste edital, bem como qualquer ofensa à comissão julgadora ou aos organizadores do concurso, implicará na imediata desclassificação do candidato.

6.1. Ao fazer a inscrição o concorrente estará aceitando, naturalmente e na íntegra, os termos deste edital, ficando sujeito à desclassificação pelo não cumprimento do ,esmo.

6.2. Ao final do concurso, os trabalhos não serão devolvidos.

6.3. Os casos omissos serão resolvidos pela comissão organizadora.


SOBRE O PATRONO DO CONCURSO:
NARCISO DA COSTA ARAÚJO nasceu em Brejo dos Patos, Itapemirim (ES), em 6 de agosto de 1877. Em 1881 foi ao Rio de Janeiro estudar no Colégio Pedro II. De 1844 a 1845 escreveu nos jornais do ‘Colégio Pedro II’, ‘Opala’ e ‘Sírios’. Em 1845 conclui bacharelado em Ciências e Letras, iniciando curso na faculdade de Ciências Jurídicas e Sociais do Rio de Janeiro. Em 1846 ingressou na Faculdade de Ciências Jurídicas, transferindo-se depois à Faculdade Livre de Direito. Em 1849 colaborou nas revistas ‘Vera Cruz’, ‘Semana’ e jornal ‘O Paiz’. Em 1900 concluiu o curso de Direito, recebendo a medalha Portela, dada ao aluno mais brilhante. Em 1901, numa parceria com Athayde Júnior, em Itapemirim, fundou o jornal ‘O Caboclo’ (fechado em 1902). Em 1908 foi eleito deputado estadual, renunciando sem terminar o mandato. De 1915 a 1916 atuou como professor da Vila de Itapemirim. Em 1941 foi eleito ‘Príncipe dos Poetas Capixabas’, em concurso organizado pelo jornal ‘A Tribuna’. Faleceu em 1944, aos 66 anos, deixando vasta obra esparsa. É patrono da cadeira n.º 6 da ‘Academia Capixaba de Letras’ e patrono da cadeira n.º 06 da Academia Marataizense de Letras, cujo ocupante atual é o Professor Luiz Antonio Damasceno (Fonte: MARVILLA, Miguel e NEVES, Reinaldo Santos. ‘A Parte que nos toca, literatura brasileira feita no Espírito Santo’. Vitória, 2000).


Marataízes (ES), 17 de setembro de 2012.

Dona Bárbara Pérez – Presidente.
Dom Hudson Giovanni – Grão Mestre de Cerimônias e Crônicas.
André Luis Soares – Diretor Social.

Academia Marataizense de Letras (CACL de Marataízes e do Estado do Espírito Santo).
Apoio: Secretaria Municipal de Cultura e Patrimônio Histórico de Marataízes (ES).