Notícia - Fraude em obras anula resultado em Santo Ângelo - RS

Fraude em obras anula resultado dos vencedores do concurso Poema nos Ônibus 2011
Plágio envolveu poemas de Cruz e Souza e Cecília Meirelles

O resultado final do concurso Poema nos Ônibus 2011, realizado no município de Santo Ângelo - RS, foi anulado na segunda-feira pela Secretaria Municipal de Cultura. O motivo foi a descoberta de fraude nas obras do primeiro e segundo colocados no concurso.

A divulgação dos vencedores e entrega da premiação aconteceu no dia 10 de fevereiro. O Secretário de Cultura Leoveral Golzer Soares recebeu a denúncia de um dos autores dos poemas classificados. “Imediatamente mantive contato com a Academia Santo-angelense de Letras - ASLE, entidade responsável pela avaliação das obras e definição dos vencedores, para que comprovasse a existência de fraude ou não”. A presidência da ASLE sugeriu à Secretaria Municipal de Cultura a anulação do resultado, pois se comprovou a existência de plagio das obras classificadas em 1º e 2º lugares.

O primeiro lugar tinha sido concedido para o soneto “O Assinalado”, de autoria do poeta Cruz e Souza, enviado pela concorrente de pseudônimo Carol. Já o segundo lugar foi o poema "Leve", do concorrente de pseudônimo Detetive, que plagiou trechos do poema “Timidez”, de autoria de Cecília Meirelles.

Leoveral Soares disse que, como a comissão da Academia Santo-angelense de Letras não costuma abrir os envelopes com a identificação do autor, tendo acesso somente ao pseudônimo, os concorrentes, por ingenuidade ou por dolo, deixaram de mencionar os verdadeiros autores. O Secretário também disse que, nos mais de 17 anos que a ASLE é convidada para julgar e proceder ao resultado do concurso literário, sempre optou pela premissa de que os trabalhos são únicos e que todos os concorrentes, indistintamente, merecem confiança.

Diante da fraude, o resultado anterior foi anulado e foram declarados os novos ganhadores do concurso:

1º lugar – Versos a um poeta pernóstico, de Clodinei Silveira Machado – Santo Ângelo.
2º lugar – Aquele Vinho, de Milton Müller - Santo Ângelo.
3º lugar – Coraçamba, de Juarez Cesar Fontana Miranda - Porto Alegre.



Fonte:
http://radiosantoangelo.com.br/noticias/geral/id/895/fraude-em-obras-anula-resultado-dos-vencedores-do-.html